Startups e fintechs: negócios em grande expansão

Startups e fintechs: negócios em grande expansão

Share:

Você se lembra de ouvir falar em Startups há 10 anos? Difícil, né? Porém, hoje todos estão familiarizados com essa palavrinha em inglês. E tem motivo: elas não param de crescer e são cada vez mais relevantes para a economia do Brasil e do mundo. Mas e Fintechs, você sabe do que se trata? Hoje esse vai ser o nosso assunto do dia. Vem com a gente saber um pouco mais sobre isso!

Vamos ao básico: o que é uma startup?

As startups são negócios que são fortemente inovadores, na maioria das vezes ligados a tecnologia. Essas empreitadas geralmente começam com um pequeno investimento aliados a uma grande ideia. E é justamente esse caráter de ineditismo que faz com que esses projetos se alavanquem e se tornem grandes empreendimentos com lucros muitas vezes surpreendentes.

Pesquisas indicam que no Brasil já existam cerca de 62 mil empreendedores e 6 mil startups. Entre 2012 e 2017 o número mais do que dobrou, mostrando como o Brasil avança cada vez mais nesse campo.

O ano de 2018 trouxe grandes surpresas também, com algumas startups brasileiras atingindo pela primeira vez o nível dos chamados unicórnios (nome dado às startups que alcançam o valor de 1 bilhão de dólares). O aplicativo 99 e a Nubank (uma fintech, inclusive) foram as primeiras a despontar nessa categoria por aqui, uma inovando na questão do transporte e mobilidade urbana e outro na área financeira.

Perfil empreendedor

Segundo a ABStartups, aproximadamente 72% desses negócios são liderados por jovens entre 25 e 40 anos de idade. Das empresas estudadas cerca de 87,13% eram comandadas por homens e 12,3% por mulheres. Desta forma, a participação feminina ainda é tímida, mas cada vez mais as mulheres estão ganhando espaço e lançando mão de novos negócios inovadores.

Polos de empreendedorismo

Sabemos que quando falamos em desenvolvimento de inovação e empreendedorismo a distribuição pelos estados da federação ainda é muito desigual. Prova disso é que o sudeste é disparado a região com maior número de startups. Portanto, na liderança disparada temos São Paulo (41%), seguido de Minas Gerais (12%) e logo após Rio de Janeiro (9,7%). Entre as capitais, Florianópolis é a líder de inovação, tendo a maior concentração do país quando tratamos do assunto.

Fintechs: uma revolução no mercado financeiro

Primeiramente, existem startups em diversos segmentos, mas definitivamente a dianteira dos negócios mais inovadores talvez esteja mesmo com as fintechs. Elas nada mais são do que startups focadas em tecnologia financeira. O objetivo delas é desburocratizar e baratear os custos que são caríssimos quando falamos em um banco tradicional. A ideia geral é ser mais prática, rápida, barata e descomplicada do que qualquer experiência que você já tenha tido em termos de finanças. Quem nunca sofreu em filas de bancos, centrais de atendimentos e até mesmo com as taxas elevadas cobradas por essas instituições? Não é difícil compreender que por isso mesmo ideias inovadoras nessa área são muito promissoras.

Alguns serviços que já estão sendo oferecidos nesse mercado são as contas bancárias digitais e sem burocracia, empréstimos que podem ser solicitados totalmente online, cartões de crédito sem anuidade e com taxas baixas, soluções facilitadas para pagamentos e mecanismos para investimentos diretamente no celular.

Uma história que ainda está no começo

O que podemos concluir é que o caminho das startups e fintechs no Brasil está apenas começando, e promete muitos frutos ao longo dos próximos anos. E você, tem uma grande ideia que pode ser inovadora? Se informe, estude o mercado, pesquise bem e quem sabe não é a sua hora de abrir um novo negócio?

A Aplic é parceira e incentivadora de ideias empreendedoras. Somos muito mais do que uma maquininha de cartão, oferecemos uma plataforma completa para fazer a sua empresa vender mais e crescer. Pense nisso e se informe! Boa sorte e bons negócios!